Como segmentar uma população pelo perfil de saúde na era digital

21 set

Na era da informação, conhecer as dores de cada paciente é um diferencial para proporcionar um tratamento de excelência a baixo custo.

Por Leandro Racuia *

Um dos grandes desafios de uma organização que procura fazer a gestão de saúde populacional é encontrar as necessidades específicas dos pacientes. Habitualmente eles são classificados em grupos generalistas, a partir de critérios básicos. No entanto, será esta a maneira mais eficiente para estruturar uma carteira ou mesmo realizar um serviço de saúde?

Para realmente atender as particularidades de cada paciente faz muito mais sentido buscar novos meios de interação, que não sejam cadastro feitos presencialmente e em papel, já que demandam grande quantidade de tempo e recursos.

Como segmentar pacientes por perfil de patologias, hábitos e nível de risco?

A Tá.Na.Hora Saúde Digital (TNH Digital Health) usa meios digitais para monitorar populações de risco, proporcionando um novo modelo de gestão de saúde em larga escala – com foco em dados e interações com pacientes. Para tanto, é essencial conhecer o perfil clínico do paciente de acordo com patologias, níver de risco e hábitos. É o que se chama health risk assessment, realizado na TNH Digital Health com o chamado screening.

O screening é um processo interativo e engajante feito no formato de web app que leva 3 minutos para determinar o quadro de saúde é mais condizente com o paciente. Com isso, os robôs de saúde da TNH conseguem ser muito mais assertivos uma vez que confeccionam conteúdo direcionado e personalizado para uma população de pacientes.

Assim, com a segmentação, é possível saber se os pacientes são crônicos, se são de alto ou baixo risco, e até mesmo se são fumantes, sedentários, etc. Saiba mais clicando aqui.

Por que fazer o screening?

Um ponto-chave com o screening  é que a taxa de engajamento dos pacientes é muito superior em função da comunicação focada na necessidade de cada paciente.

Além disso, players de saúde e outras organizações têm a oportunidade de serem muita mais efetivas tanto no relacionamento com pacientes quanto na estruturação de grupos controle – como carteiras de planos de saúde.

Com o programa de saúde da TNH e o time de Customer Success, serão disponibilizados relatórios sobre gestão de saúde populacional que podem ser usados para coordenar ações e futuramente, como dados para melhorar o perfil na estruturação de carteiras de risco.

“Nunca gostei de preencher questionários, mas com o screening foi muito legal. Foi rápido e agora só recebo dicas do que eu preciso!”

Depoimento autorizado de uma das vidas nos programas da TNH Digital Health

Aliás, é provável que em um futuro próximo a TNH já possa ser útil até para a contratação de um plano de saúde – ajudando na precificação de carteiras – e classe de risco em Pronto-Atendimentos.

“Segmentar” para conquistar

Segmentar e identificar as reais necessidades de uma população de risco permitem maior alinhamento estratégico para ações na gestão de saúde populacional em larga escala. Como resultado, de um lado, pacientes apresentam maior nível de satisfação, enquanto players de saúde e outras organizações, reduzem custos com saúde.

Busque esta inovação para revolucionar como sua organização classifica e segmenta a população de risco clicando aqui Fale Conosco.

* Leandro Racuia é o growth hacker da Tá.Na.Hora Saúde Digital. LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/leandroracuia/.

One thought on “Como segmentar uma população pelo perfil de saúde na era digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *